O jardim de Palmeira Ecolodge , um paraíso de partida



Verde; plantas, árvores, flores, legumes, frutas ... são tão importantes no nosso conceito. O nosso solo é extremamente fértil e quando há água, o nosso pequeno paraíso inicial cresce e floresce. E há água! Hoje, a água vem do leito do rio e é bombeada para um grande tanque.

Os nossos terrenos cobrem uma área de 14000m2 e requerem muita atenção. Tanto a agricultura como o jardim de flores, as árvores e o pomar terão o seu lugar.

Em Abril de 2020, há quase dois anos, iniciámos as primeiras plantações de bananeiras e amendoeiras... Hoje em dia, todos eles cresceram consideravelmente. As bananeiras, por exemplo, têm actualmente 11 flores, que são cerca de 1.000 bananas que podem ser colhidas... No nosso pomar, escolhemos as primeiras limas. O arbusto do maracujá ou Marakucha está a prosperar aqui. Até à semana passada, apreciámos estas frutas em gelados caseiros ou salada de fruta.

Durante o período de Inverno, as plantas produzem menos ou mesmo nenhum fruto. Na Primavera, acordam de novo e tornam-se maiores e mais cheios.




A nossa Villa G também está em hibernação. Estamos à espera dos azulejos e da instalação da bomba para a piscina. As janelas e portas foram entregues na semana passada e serão instaladas a partir de amanhã. A data de comissionamento é novamente adiada. Resignámo-nos a isto. Não se pode forçar nada aqui. Vem como vem. Se não for amanhã, depois de amanhã ou na próxima semana ou talvez no próximo mês.





Embora a Villa G ainda não esteja a ser utilizada, temos tido muitos convidados a visitar-nos. Reservaram uma suite para vários dias e estão a apreciar a natureza, as caminhadas, a vista, o pôr-do-sol, a boa comida, o redemoinho ... Já estamos bem aquecidos e é maravilhoso ter tantas nacionalidades diferentes à nossa volta. Os simpáticos convidados escrevem bons textos no nosso livro ou nos sites de reservas e estamos-lhes muito gratos.


Finalmente, há um muro de betão na Villa G que mais uma vez me incita a fazer retratos. No passado, na!Kunsthumaniora I fazia regularmente retratos a preto e branco dos estudantes que eram utilizados para diferentes fins. Hoje, fiz retratos dos trabalhadores e do nosso pessoal. Estão em Instagram e FB e abaixo gostaria de vos apresentar novamente a série.



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo